Vocês nos pediram tanto para fazermos mais relatos com camgirl, que não podemos deixar de atender. Conversamos com o pessoal da CameraHot e conseguimos uma parceria bem legal. Eles vão nos doar uns créditos para gastar e nós, mensalmente, vamos fazer um relato bem gostoso com alguma camgirl. E como gostamos de começar com o melhor do melhor, convidamos a Danny Bond para ser nossa estreante nesse nova atração do site. Agora vamos deixar de lero lero e cair pro que interessa  😉

Agora teremos relato uma vez por mês  😀

Pra começar meu relato, preciso deixar claro que não achei a Danny Bond sozinho. Precisei de umas dicas de qual camgirl poderia abordar e convidar para esse nova atração, e a Elektra me respondeu dizendo: “Olha de início indico a Danny Bond.Como a indicação vinha de uma pessoa que respeito e admiro, comecei procurando pela Danny Bond no twitter.

Danny Bond

Analisei o perfil dela como quem escolhe um bom vinho e, depois de muito pensar e conversar com o pessoal da CameraHot, fui atrás da moça. O primeiro contato foi perfeito, a Danny Bond é super gentil. Conversamos bem e combinamos a data do nosso encontro virtual. Era meu segundo encontro com uma camgirl e sabia que seria diferente do que vi com a própria Elektra. Só não imaginava que seria tão diferente.

Danny Bond

Como foi o encontro com a Danny Bond? EXCEPCIONAL!

Nos primeiros cinco minutos que a vi sorrindo, entendi sua magia. A Danny Bond conquista pela simplicidade e honestidade de uma pessoa que está ali, do outro lado da tela, querendo te ouvir e fazer companhia. Não que os seios perfeitos dentro do sutiã provocativo fossem ruins, mas o papo é quem ditou o nível do meu tesão.

Danny Bond

E falando nos seios… mermão, QUE SEIOS! A Danny Bond não é boba, sabe chamar atenção para eles. Ela vai conversando e te envolvendo nessa coisa de “tô te ouvindo, mas olha pra cá também”. Rapidinho eu estava me abrindo com ela, enquanto a desejava mais do que deveria.

Sorriso envolvente, conversa boa e timidez sensual

Danny BondQuando eu já estava feliz só por ter conhecido e trocado um papo interessante, a sacana começou a me provocar. Cada minuto nos conhecendo melhor, criou um desejo sem precisar da apelação. Ela me mostrou como ficava vermelha enquanto estava com vergonha, e eu queria ver mais.

O resto do encontro foi puro fogo. Na sequência de fotos que estão aí embaixo, dá pra notar como a Danny Bond deixa a timidez de lado e se torna extremamente sensual. A moça brinca com o corpo como ninguém. Com um grelo de dar inveja, ela se mostrava e deixava claro que estava excitada em ser vista, admirada e desejada.

Usou dois brinquedinhos que me deixaram sem folego. Primeiro veio uma sequência de sentadas num consolo que havia sido devidamente lubrificado com sua própria saliva. Cada inda e vinda, sentando no brinquedo, me fez pulsar. E quando já não esperava, apareceu um vibrador duplo, que entrou fundo enquanto massageava seu grelo e parecia o deixar ainda maior.O ponto alto do encontro foi seu orgasmo.

Danny Bond é do tipo que goza com o corpo, se contorcendo e remexendo. Em meios aos gemidos, ela me chamava de filho da puta, tentando manter a respiração.

Minha conclusão sobre a Danny Bond

A Danny Bond é linda, atenciosa e tímida. E não se engane, porque a sua timidez é o que faz estrago em quem a está admirando. Se você quer começar no mundo das camgirl e está com medo, ela é a melhor opção. Você vai ficar tão envolvido que quando terminar, vai pedir por mais.


Gostou do relato do nosso encontro com a Danny Bond? Para conhece-la basta clicar na propaganda aí embaixo e se cadastrar no site. A Danny Bond e outras camgirls especiais estão esperando por você!

peixebolagato_728x90_jul_16_07

Desde pequeno, “O crítico” é visto como um cara chato por aqueles que o conhecem. Sempre procurando analisar e desenvolver teorias, era um dos poucos adolescente que não se masturbava vendo filmes pornô. O Crítico batia punheta lendo as colunas de crítica do Rubens Ewald Filho.

Comments

comments