A bunda é bonita, mas olha como a calça desse moleque tá suja!

A gente, aqui no PBG, gosta muito de pornografia, porém não é sempre que queremos ver pepekas e pirocas se chocando freneticamente. Tem dias que queremos um pouco mais de história no nosso pornô, queremos uma sacanagem mais sugestiva do que explícita. Somos putanheiros, mas também somos românticos. É por esse motivo que o Dicionário Adulto de hoje vai falar sobre o gênero de pornografia mais tranquilo de todos: o softcore.

Como o nome já diz, Softcore é uma junção dos termos da língua inglesa: “suave” (soft) e “core” (carga, núcleo). Eu poderia escrever por aqui, porque o nome parece ser autoexplicativo, mas não parar, vou empurrar um pouco mais… de informação em vocês – PÉSSIMA PIADA! – porquê a real é que softcore vai muito além do “mostrar menos”.

Um filme pornô, para ser considerado como softcore, precisa respeitar umas regrinhas: Primeiro, não pode mostrar partes masculinas com closes, ou seja, nada de piroca dura-chei-de-veia-pulsando nas cenas de sexo. Mostrar pepekas, bucetinhas, bucetões e afins também não é legal, mas é permitido, desde que seja algo “suave” ou “embaçado”, sem que a buceta em questão esteja toda aberta e melada. É muito comum que o pornô softcore foque em contar uma história erótica, que leve o punheteiro espectador a se excitar com tudo, desde o cenário mal feito até as interpretações falsas pra caralho. Alguns filmes são tão suaves que, na verdade, não rolou penetração entre os atores que estão em cena. Estranho, mas real.

Parece que ela tá cavalgando no cara, mas na verdade tem uma almofada entre eles

O melhor exemplo de softcore é a série estrelada pela personagem Emmanuelle. Em alguns filmes da Manu (como é conhecida pelos íntimos admiradores) nem chega a ter transar, fica só naquela coisa de “vou fuder pra caralho, mas a cena vai cortar antes de você conseguir ver meus pentelhos”.

Geralmente o softcore é a porta de entrada para quem quer/vai começar a descobrir o mundo da pornografia, porque ele é um estilo menos agressivo e mais envolvente. Você pode ficar horas de pau duro, ou de pepeka melada, vendo filmes softcore e não bater se quer uma punhetinha/siririquinha, o que faz desse gênero uma ótima pedida para se ver com sua(seu) companheira(o).

Esperamos que o Dicionário Adulto tenha tirado mais uma dúvida de vocês, amigos leitores.

E se você tem alguma dúvida ou quer entender melhor algum termo do mundo pornográfico, entre em contato com a gente pela página de Contatos.

O PBG é um blog mantido por muitas pessoas que não podem ou não querem se identificar. Você pode enviar o seu texto para contato@peixebolagato.com.br, e terá sua identidade preservada.

Comments

comments