O pornô nerd de Bárbara Costa

Pornografia e cultura nerd andam de mãos dadas. 

E se você não concorda, coloca aí nos comentários seu histórico do navegador  ;-). O problema é que o pornô nacional demorou um bocado para entender essa relação. Ficamos anos e mais anos, presos na ideia de que atriz pornô precisava ser siliconada e burra. Enquanto isso todo um mercado deixava de ser explorado.

Porém a situação mudou e agora o “novo cenário” do pornô brasileiro está conhecendo mulheres tatuadas, de cabelos coloridos, roupinhas com figuras geek e com uma tremenda vontade de dar a pepeka vestidas de cosplay. E nada melhor que conhecer uma dessas mulheres, né? Por esse motivo nós, do PBG, fomos atrás da Barbara Costa, para bater um papo sobre pornô, games e eventos.

Confiram a entrevista e se deliciem com um pouco das fotos e vídeos da moça 😉

barbara-nerd-8PBG: Quando você decidiu que ia entrar para o mundo do pornô?
Bárbara: Foi em 2010. Entrei para a “noite” para ser stripper, por causa de uma decepção amorosa. Meu ex-noivo era um amante dos filmes pornográficos e sempre me fazia assistir.

Quando conheci uma ex-atriz porno, pedi para enviar meu contato para os produtores. Eu sabia que não pagava bem, mas queria fazer mesmo assim. Mais por ato de rebeldia e vingança.

O cara tinha se casado com outra em seis meses e isso me deixou devastada, pois já estava com ele três anos.

PBG: A família aceitou de boa?
Barbara: No começo a maior preocupação foi com a minha mãe, mas ela sempre foi muito acostumada com a minha rebeldia e aos poucos se adaptou. Já o meu pai e meus irmãos tem preconceito, mas não se pronunciam.

Hoje em dia sou mais afastada da família, pois todos são casados e com filhos. A unica com quem sempre estou junta é minha mãe. Ela esteve na premiação SEXYHOT comigo, me acompanhou em gravações, entrevistas e até nos meus shows de stripper.

PBG: E como foi a primeira cena? Rolou muito medo ou você já estava preparada?
Barbara: Na verdade eu não estava preparada para nada (RISOS). Fui fazendo sem ter noção do que estava realmente fazendo.

Eu não imaginava que era algo tão serio assim. Levei na vingança mesmo como havia dito, pois sabia que a pessoa certa iria assistir aquilo, mas hoje em dia me conformei com tudo.

Eu entendo o quanto fui imatura e o preço que pago, por exemplo, é ter que lidar com o preconceito e lutar para conseguir um espaço saudável nas redes sociais e também na minha vida pessoal.

Eu pergunto, pesquiso, leio, jogo, corro atras de pessoas para ajudar

PBG: Você tem uma pegada meio “nerd”, meio “geek”. Você é assim mesmo no seu dia a dia ou é apenas um personagem?
Barbara: Escuto muitos comentários a respeito disso. O fato é que depois que eu me conformei com o porno e voltei as gravações para ganhar o premio SEXYHOT, percebi que tinha fazer alguma coisa para evitar seguidores tóxicos.

Comecei em 2010 e minha primeira tatuagem por exemplo, foi o Scooby-doo. Isso foi bem antes de me assumir como nerd (que foi em 2014). Eu decidi investir nesse lado para conquistar seguidores saudáveis, mas estava bem desatualizada de muitas coisas como quadrinhos, games e series.

barbara-nerd-3E o que eu fiz? O que todo nerd faz: “estudar”! Fico estudando para me atualizar de toda a cultura geek e ando junto com as pessoas que me interessam. Eu pergunto, pesquiso, leio, jogo, corro atras de pessoas para ajudar.

Hoje já me considero bem atualizada, pois esse ano consegui realizar presença em todos os eventos que queria e ate fui convidada pela BGS. Foi maravilhoso.

PBG: Tem algum limite do que você aceitaria fazer numa cena?
Barbara: Hoje em dia gravo bem pouco, pois já realizei o maior objetivo que era ganhar o premio. Eu fiz muitas cenas hardcore e fetiche no começo. No momento estou atras de cenas mais soft e LGBT, que são as que me agradam fazer.

PBG: No vídeo do Desafio da Liga do Orgasmo você parece ter se divertindo muito. Tem horas que você dá umas gargalhadas que contagiam. Prefere essa pegada mais divertida ou a mais sensual?
Barabara: Eu sou estranha (risos). Geralmente dou risada para tudo. Quando estou rindo significa que estou me divertindo de alguma forma e me diverti demais naquele episodio.

Fiquei muito de feliz quando deu tudo certo. A Emme White é maravilhosa e, além de tudo, ganhei o vibrador que foi usado na serie. (risos)

As pessoas querem me obrigar a ser garota de programa

PBG: É complicado ser atriz pornô no Brasil?
Barbara: Sim. Infelizmente ser atriz, me obriga a ouvir e ver muitas coisas desagradáveis. As pessoas querem me obrigar a ser garota de programa, sendo que eu não estou disponível para tal.

Não tenho preconceito algum, eu só não quero fazer no momento. O dia que eu estiver resolvida em fazer (programa), anunciarei e todos irão saber, mas por enquanto estou focada em outras coisas, como meu curso de moda, abrir um negocio, ser camgirl, lançar um canal de gameplayer, essas coisas. (risos)

barbara_nerd_2

PBG: A super exposição das redes sociais tem te ajudado a ser mais conhecida?
Barbara: As redes sociais são de grande ajuda, mas o que realmente alavanca é a mídia, como entrevistas, matérias em sites relacionado a cultura Geek e participações em eventos.

Eu prendi a não ler comentários do Facebook e nem nos próprios sites, pois me chateiam muito. De dez comentários, somente dois são positivos. Hoje em dia a coisa tem melhorando bastante, mas ainda batalho contra os  tóxicos.

Não faço questão de pessoas assim seguindo minhas redes, pois só o que quero são pessoas legais, que gostam de mim, que admiram meu trabalho e compreendem a importância da divulgação saudável. 

Os haters, os tóxicos e as pessoas que querem chamar a atenção, por meio ofensivo ou por meio de discussão, eu simplesmente bloqueio e apago qualquer comentário que ache desnecessário. E amo os comentários positivos, adoro todos os elogios e mensagens de carinho e é a parte mais feliz disso tudo =).

O PBG é um blog mantido por muitas pessoas que não podem ou não querem se identificar. Você pode enviar o seu texto para contato@peixebolagato.com.br, e terá sua identidade preservada.

Comments

comments

A Gerência

O PBG é um blog mantido por muitas pessoas que não podem ou não querem se identificar. Você pode enviar o seu texto para contato@peixebolagato.com.br, e terá sua identidade preservada.

Um comentário em “O pornô nerd de Bárbara Costa

  • 22/09/2016 em 23:12
    Permalink

    PARABENS POR SUA BELEZA FACINANTE EM QUAL MEXE COM TODOS OS HORMONIOS MASCULINOS … FELICIDADES E ALEGRIAS DE MONTÃO … SEJA BEM ASSIM MESMO … SUPER ATRAENTE SEDUTORA E SEX …

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.