Escolha uma Página

Um ator só chega ao sucesso quando sua imagem é prontamente reconhecida. E essa condição de reconhecimento não muda dentro do mundo pornô. Atores pornôs são menos “noticiados” que as atrizes, mas vez ou outra um deles se torna “famoso”. Normalmente é por conta de alguma polêmica, mas a vezes rola de ser por causa do talento. Esse é o caso do icônico Johnny Sins, que até hoje é conhecido como o Careca do Brazzers. E claro que fizemos um perfil desse ícone. Confere aí!

QUANDO A NORMALIDADE ENCONTRA O PORNÔ

O nome real de Johnny Sins é Steve Wolfe, e esse já seria um ótimo nome pra um ator pornô. O jovem Steve nasceu em Pittsburgh, nos Estados Unidos, em 31 de dezembro de 1978. E como todo moleque, era fã de pornô. Não que se tornar ator pornô fosse algo que ele levasse a sério. Sua adolescência foi de um jovem normal, que era querido por todos os grupos do colégio. Na faculdade Johnny se formou no curso base e ficou meio sem saber o que fazer. Seu destino acabou sendo o setor de construção civil, onde ficou por um longo tempo, até perceber que aquela vida não era para ele.

A ideia de entrar para a industria pornô veio de um amigo de escola. Os dois haviam combinado de viajar para Los Angeles e se jogar de cabeça nas audições. Johnny descartou a ideia, mas anos depois quando estava sem dinheiro, achou melhor tentar. E foi em 2006, aos 28 anos, que Steve se tornou Johnny Sins ao participar de seu primeiro filme pornô. Mas foi só quando atuou no premiado Cheerleaders, da DigitalPlayground, que o reconhecimento veio.

A pesar de estar apenas 2 anos no ramo, a galera da DigitalPlayground elogiou muito a atuação de ator. Eles disseram que Johnny atuava FUDIA com intensidade, além de saber se posicionar bem em cena. Acabou que Cheerleader foi o filme mais vendido e alugado do ano e ganhou 4 prêmios AVN. 2008 também foi o ano que ele começou a filmar com a Brazzers. E aqui precisamos faze um parenteses. A real é que Johnny é hiper conhecido como o “Careca da Brazzers”. Tem gente que não sabe o nome do cara, mas sabe o apelido.

+ DO QUE “CARECA DE BRAZZERS”

O problema nessa brincadeira é que reduzir Johnny Sins a “Careca da Brazzers” é meio babaca. Johnny tem feito um trabalho um pouco diferenciado de seus amigos atores. Seu porte grande e mais atlético chama atenção do público feminino e do público Gay. Aliado a isso, Johnny sabe atuar tanto de forma mais violenta, como se forma mais “branda”. Em 2013, ele filmou Secret Admirer, dirigido por Jonathan Morgan da Wicked Pictures, e que foi nomeado a categoria Best Romance Movie no AVN Awards em 2014. Nesse mesmo ano Johnny foi nomeado para os prêmios XBIZ na categoria de melhor ator do ano. A indicação se deu grande parte por seu trabalho no Bridesmaids, da Digital Playground, que recebeu seis indicações, incluindo melhor cena, melhor filme e melhor diretor.

Em 2015, o site Pornhub anunciou um ambicioso projeto de fazer um filme pornográfico no espaço. E Johnny estava entre os  protagonistas, junto com a Eva Lovia. O filme Sexplorations seria filmado em 2016, com um custo de 3,4 milhões de dólares. Era para ser um marco na história da indústria pornográfica, pois seria o primeiro filme gravado no espaço, mas acabou não rolando. O lado bom é que projetou ainda mais o nome de Johnny.

Johnny Sins se casou com a, também atriz, Kissa Sins, e no ano de 2017 abriu sua própria produtora pornô. O foco da Sins Life é buscar novos talentos para o pornô. Segundo o próprio ator, a ideia é dar espaço para outros homens e mulheres como ele a esposa, de uma maneira mais amigável. O casal vive no Havaí e leva uma vida saudável, que você pode acompanhar pelo seu instagram.

Ficha Técnica
Nome Real: Steve Wolfe
Nascimento: 31 de Dezembro de 1978
Cidade Natal: Pittsburgh, Estados Unidos
Total de Cenas: + de 550
Ano de entrada: 2006
Primeiro filme: Sem dados

 

 

 

COMPILADO DE CENAS


Gostou desse perfil sobre o Johnny Sins? Quer ver mais conteúdo assim aqui no Peixe Bola Gato? Então nos ajude a manter o site no ar: vire nosso padrinho! É só clicar aí na imagem 😉

Johnny Sins

Desde pequeno, “O crítico” é visto como um cara chato por aqueles que o conhecem. Sempre procurando analisar e desenvolver teorias, era um dos poucos adolescente que não se masturbava vendo filmes pornô. O Crítico batia punheta lendo as colunas de crítica do Rubens Ewald Filho.

Comments

comments