Escolha uma Página

A profissão de atriz pornô pode ser cheia de altos e baixos. Poucas atrizes podem dizer que já saíram da industria do entretenimento adulto e depois voltaram aos seus postos com toda fama. Obviamente que isso tudo tem motivo simples: o público esquece rápido de suas musas. Dessas “filhas prodigas do pornô”, a Raylene é a mais importantes. Não é atoa que nosso perfil de hoje é sobre essa deusa de cabelos negros e seios gigantes.

DE PROFESSORA CATÓLICA PARA ATRIZ PORNÔ

Raylene é o resultado de misturas inusitadas. Nascida e criada nos Estados Unidos, a morena é descente de italianos, mexicanos, poloneses e austríacos. Um verdadeiro mix de etnias e nacionalidades, que vão além do básico. Apesar de seu pai ser judeu, sua mãe era uma católica praticante. O que fez com que a moça estudasse quase a vida toda em escolas cristãs. E foi um ensino muito bom, porque ela se formou no ensino médio com 16 anos, 2 anos antes do normal. Ela chegou a pensar em cursar estudos cristãos na Universidade Azusa Pacific, e se tornar uma professora cristã do ensino médio. Mas não tinha dinheiro ou tempo suficiente para fazê-lo. E aí veio a oportunidade de fazer pornô e ganhar bem mais.

FOCO NO ORAL COM FACIAL

A morena fez sua primeira cena hétero em 1996. Já de cara contracenando com Mark Davis no filme Shane’s World # 4. No começo da carreira ela usava o nome Alexis Fontaine, e tinha seios bem menores. Foi só depois de sua cirurgia de aumento das mamas que a fama veio, e com isso ela mudou de nome para Raylene. O talento da moça era nítido. Em pouco tempo ficou conhecida pelas cenas de oral que fazia. Sua habilidade com o boquete era terminar deixando que os parceiros gozassem em seu rosto. Tudo bem que hoje em dia esse tipo de cena é hiper normal, mas no final dos anos 90, não era qualquer uma que topava.

INDAS E VINDAS DE UMA ESTRELA

Raylene se aposentou 2 vezes do pornô. A primeira vez foi em 2001, na qual ela saiu para se tornar uma agente imobiliário. Nesse ramo seu primeiro projeto foi encontrar uma sede para a Fundação Médica para Cuidados de Saúde da Indústria Adulta (AIM). E também foi durante esse hiato que Raylene teve seu filho, em 2006. Por causa de dificuldades financeiras e a crise mundial, em 2009, ela voltou ao pornô com o filme Raylene’s Dirty Work. A segunda vez foi em 2014, e até hoje a atriz está longe dos filmes pornô. O que é uma pena, porque poucas atrizes tinham tanto talento, quanto Raylene.

RayleneFicha Técnica
Nome Real: Stacey Briana Bernstein
Nascimento: 12 de Fevereiro de 1977
Cidade Natal: Glendora, Califórnia, Estados Unidos
Total de Cenas: + de 500
Ano de entrada: 1996
Primeiro filme: Shane’s World 4: Wet and Wild 1
Ano de aposentadoria: 2014

 

 

 

COMPILADO

GALERIA DE FOTOS

 


Gostou desse perfil sobre o Raylene? Quer ver mais conteúdo assim aqui no Peixe Bola Gato? Então nos ajude a manter o site no ar: vire nosso padrinho! É só clicar aí na imagem 😉

Desde pequeno, “O crítico” é visto como um cara chato por aqueles que o conhecem. Sempre procurando analisar e desenvolver teorias, era um dos poucos adolescente que não se masturbava vendo filmes pornô. O Crítico batia punheta lendo as colunas de crítica do Rubens Ewald Filho.

Comments

comments