Escolha uma Página

Pornô é bom, mas um dos problemas é que ele pode se tornar muito repetitivo. A gente sabe disso, mesmo sendo fãs do cinema adulto. E é fácil de entender porquê isso acontece. Os caras acham uma formula (formato de cena) e exploram aquilo até ninguém mais aquentar. Mas e se eu te disser que alguém está tentando reinventar o pornô usando os clichês já tão batidos? É exatamente isso que o canal Xplastic Altporn está fazendo dentro da Safada.TV

OUTRA PEGADA DE PORNÔ

Antes de ter seu canal dentro da Safada.TV, a Xplastic é uma produtora pornô cujo o slogan deixava bem claro: reinventando o pornô. Ok, pode parecer um pouco pretensioso, mas a real é que os caras conseguiam fazer. A proposta de fazer um pornô alternativo, cheio de garotas tatuadas e uma direção mais experimental. O diferencial deles está na qualidade de produção e no elenco. Poucas produções pornô nacionais tem uma boa fotografia, uma boa direção de câmera e musas cheias de atitude.

ALTERNATIVO, MAS NEM TANTO (O QUE É ÓTIMO)

O canal da Xplastic tem, até esse momento, 9 cenas. São clássicos da produtora e alguns vídeos mais recentes da série Xfic. As cenas tem uma boa variedade. Tem um pouco de sexo grupal lésbico, MILFs, celebridades pornô (Monica Mattos e Barbara Costa) e até uma cena de menage chamada Sexo e Violência.

Não deixe se levar só pelas palavras. O termo “pornô alternativo” pode assustar fãs mais comportados do cinema adulto, mas nada ali é “esquisito”. A ideia do canal é boa e pode ser o ponto de partida para quem quer ver um pornô mais… bem feito. As duas cenas da Monica Mattos são um ótimo atrativo para quem era fã da moça e sente saudades de ver sua atuação.

 


Curtiu essa analise do canal Xplastic? Agora você pode acompanhar os vídeos dela lá no Safada.TV. É só clicar na imagem aí embaixo e assinar o servido. Curta o melhor do pornô no Safada.TV.

O PBG é um blog mantido por muitas pessoas que não podem ou não querem se identificar. Você pode enviar o seu texto para contato@peixebolagato.com.br, e terá sua identidade preservada.

Comments

comments